18 de dezembro de 2011

. . .

Os dias acumulam-se, os meses passam e continuo sem saber o que quero e o que almejo.

No entanto, de forma cada vez mais lúcida sei aquilo que não quero...já não é mau, certo?!

Sem comentários:

Enviar um comentário